Read Essa Terra by Antônio Torres Online

essa-terra

Sucesso de público e de crítica desde a edição original, em 1976, Essa terra é um dos romances mais marcantes da literatura brasileira contemporânea. Retrata o impacto da cidade grande sobre o retirante, o imigrante nordestino. O próprio autor, nascido na pequena cidade de Junco, interior da Bahia, percorreu os mesmos caminhos dos seus personagens, deixando o Nordeste paraSucesso de público e de crítica desde a edição original, em 1976, Essa terra é um dos romances mais marcantes da literatura brasileira contemporânea. Retrata o impacto da cidade grande sobre o retirante, o imigrante nordestino. O próprio autor, nascido na pequena cidade de Junco, interior da Bahia, percorreu os mesmos caminhos dos seus personagens, deixando o Nordeste para procurar a sorte nas metrópoles do Sudeste. E a encontrou. Essa terra é também sucesso no exterior, com traduções na França, Alemanha, Itália, Holanda, Inglaterra, Estados Unidos, Israel e Cuba. Por todo esse tempo, Essa terra manteve intactos seu vigor e frescor iniciais, conquistando lugar de destaque na cultura brasileira....

Title : Essa Terra
Author :
Rating :
ISBN : 9788577991044
Format Type : Paperback
Number of Pages : 154 Pages
Status : Available For Download
Last checked : 21 Minutes ago!

Essa Terra Reviews

  • Laura Lícia
    2018-11-18 13:44

    A obra, narrada pelo personagem Totonhim, conta a história trágica de sua família, que vivia a princípio no Junco, sertão da Bahia. A dura realidade levou primeiro o filho mais velho, Nelo (irmão de Totonhim), a partir para tentar a vida em São Paulo. Um tempo depois, a família Cruz, também procurando fugir da miséria do Junco, parte para Feira de Santana, mas lá só encontra mais pobreza e tristeza; as dificuldades financeiras crescem quando o pai de Totonhim contrai dívidas e perde sua roça para o banco; a desagregação familiar toma maior forma, com as sucessivas fugas das filhas, que resultam em casamentos frustrados. Depois de alguns anos, até o admirado filho Nelo acaba retornando da grande metrópole fracassado e deprimido, sendo este retorno o pontapé para a loucura da mãe e a solidão do pai. Enfim, é uma história como muitas outras, sobre êxodo rural, fuga da miséria em busca de melhores condições de vida, sobre a ilusão acerca das oportunidades que uma grande cidade por oferecer. O diferencial do livro está na narrativa.O livro não é ruim, é bom, mas a narrativa fragmentada e fora de ordem cronológica me atrapalhou muito. Tem hora que você não sabe quem está falando nos diálogos, não sabe mais de quem são as histórias que estão sendo contadas... é um livro que precisa ser lido com atenção e acho que o fato de eu ter deixado para lê-lo no kindle durante as minhas insônias não ajudou muito...Dou 2.5/5 estrelas

  • Ilenuca
    2018-10-23 11:10

    2.5☆

  • Howard
    2018-10-22 05:56

    This is a story of a family in the Bahian region of Brazil in the late 1960s and was written in 1976. The family is suffering the degeneration of rural life as money lenders and the draw of the city drain the life out of the land and the people. Totahim goes to visit his elder brother, Nelo, who has only recently returned after many years in Sao Paulo; and the dynamic of the tale starts (as suggested by the backcover which states "there is no homecoming without tragedy") at the end of the first chapter as Totahim discovers that Nelo has committed suicide. The father and mother had moved, split up and come together. Lots of children live in poverty and the heat of the day. This has the writing style of some works of Mario Llosa in that events seem quite jumbled and the narrator can be indistinct - the basic thread of the story is there but ultimately confused. Because it's quite short and has a limited number of characters: I'd say "Llosa light". It's not for me to spoil the story but at the end, though engaging, because of the jumbled style, I couldn't really reflect on answering the thrust of the story being "why?"; thus it ultimately didn't work for me. It's well depicted, panoramic yet local; though nice to read such a novel without the endless revolution of the era perhaps you've read it before Here' a quote: And the sun dried up everything, sapping the hearts of men, parching their flesh, as it seemed, to the bone, drying them until they disappeared - and time went on, peaceful and primitive, monotonous as an old village square that tries hard not to decay, as if decay were not inevitable; as if, after one day was over, another wouldn't come sharp-toothed to take another bite out of our lives, leaving the beginnings our death behind with each mouthful. And this is the worst drought of all, the worst journey.

  • Erwin Maack
    2018-11-07 10:07

    "Quem dá com a língua arrebenta os dentes. Há sempre a possibilidade de um esquecimento e a esperança de que tudo volte a ser o que foi. Tudo tem um fim. Nascemos, crescemos e nos acabamos. O que restou? A saudade. Assim nos vemos: quietos, calmos, encobertos por milhões de mandamentos que nós impedem de dizer o que somos. Os tratos sujos não se destratam com o tempo, porque o Deus-Padre do esquecimento não perdoa nossos pecados".

  • Casey
    2018-11-06 12:57

    the book got much better towards the end. it's by Brazilian author Torres, and apparently a few of his other books have stories exactly like this one. i really didn't like it. i wasn't sure of the protagonist's name until the third quarter of this book, adn that really bothered me.